Notícias

Projeto de lei proíbe linguagem neutra de gênero em instituições de ensino

• Bookmarks: 13


O Projeto de Lei 5.198/2020, veda a linguagem neutra a todas as instituições de ensino do Brasil, bem como bancas examinadoras de seleções e concursos públicos, para se referir a pessoas que não se identificam com o gênero masculino e feminino.

Nos últimos anos temos visto diversas manifestações de membros do movimento LGBT+ a respeito da inclusão da Linguagem Não-Binária ou Neutra em nossa amada Língua Portuguesa. Trata-se de mais uma atitude revolucionária de pessoas que desejam reformular a sociedade por inteiro.

Pessoas que apoiam esta causa, não se identificam com os gêneros masculino e feminino, elas acreditam que os mesmos são invenções sociais e não naturais, com isso, pedem que seja inserido na gramática portuguesa a linguagem neutra.

Nos últimos meses tivemos exemplos de escolas e universidades utilizando essa

linguagem. Autor do projeto, o Deputado Federal Junior Amaral (PSL-MG) afirma que, nos ambientes formais de ensino e educação, não deve ser permitido “o emprego de linguagem que, corrompendo as regras gramaticais, pretenda se referir a gênero neutro, inexistente na língua portuguesa”.

Foi então, com a finalidade de combater este absurdo que autor do projeto, aponta que, por mais simples que possa aparentar, o projeto tem como objeto de tutela um dos bens mais preciosos de nossa nação: a Língua Portuguesa.

13 recomendado
bookmark icon